28
Jun 09
publicado por Ruben Alves, às 21:02link do post | comentar | ver comentários (2)

 

Mais um caso de violência de claques, segundo em dois dias.

 

Propietária do café em Lagoa (à Agência Lusa):

 

«Os elementos da claque do F.C. Porto entraram no estabelecimento e começaram a partir tudo, sem mais, nem menos»

 

«Partiram tudo, mesas, cadeiras, arracaram o extintor e agrediram um jovem que estava na esplanada».

 

 

Fernando Madureira, líder dos Super Dragões:

 

«Reagimos aos insultos de dois ou três jovens que estavam na esplanada com camisolas dos No Name Boys»

 

1ª consideração: Então estão três jovens com camisolas dos No Name Boys, e vem muito ordeiramente com certeza a passar a claque Super Dragões. E esse grupo de jovens vão provocar um grupo 7 vezes mais maior. Epah, não me parece!

 

2ª consideração: Mesmo que fosse verdade seria justificação para a violência utilizada, para com os jovens e principalmente para o património da pobre senhora? Epah, não me parece!

 

3ª consideração: Estão estas amostras de gente depois da destruição do café, não são detidos, sendo apenas identificados e pior, foram autorizados a assistir ao jogo de andebol para o quais se dirigiam,

 

Conclusão: Compensa ser vândalo em Portugal, principalmente se pertencerem a um certo clube. E ainda vem o líder da manada, disparar baboseiras para a imprensa, pensando que manda areia para os olhos das pessoas, não fazendo nada mais do que mostrar aquela mentalidade pré-histórica a que nos habituaram estas figurinhas de gente!


publicado por Ruben Alves, às 20:05link do post | comentar

 

Foto: Isabel Cutileiro

 

Este domingo realizou-se o jogo 4 da final do Campeonato Nacional de Futsal, no Pavilhão Acácio Rosa, casa do Belenenses. Hoje podia ter-se feito história no futsal nacional, isto porque se a equipa da casa ganhasse sagrava-se campeã pela primeira vez na sua história.

 

Podia, mas não foi desta, apesar de entrarem em grande ampliando o resultado para 3-0 tinham do outro lado um dos melhores plantéis de futsal de sempre: o do Benfica. Não se fazendo de rogados, anularam a vantagem belenense ainda antes do intervalo com golos de Arnaldo, Ricardinho e César Paulo.

 

A segunda parte começou morna, com os primeiros 10 minutos a revelarem poucas ocasiões de golo. Foi aí que apareceu a nódoa na grande exibição do guarda-redes azul Marcão, permitindo a Pedro Costa colocar pela primeira vez o Benfica na frente do marcador. A partir daí o Benfica defendeu pela certa e com segurança, dispondo de casuais oportunidades para alargar a vantagem, acabando isso por acontecer num livre exemplarmente executado por Ricardinho, que mais tarde quando o Belenenses jogava com guarda-redes avançado voltou a marcar e desta vez antes do maio-campo aproveitando mais um passe errado.

 

Agora terça-feira, vai se realizar o quinto e último jogo desta final, ao contrário do que muito se previu a época do futsal ainda não acabou hoje (para grande tristeza principalmente dos comentadores da SIC) mas de dia 30 de Junho não passa, e eu sinceramente acredito num bom espetáculo.

 

P.S.: Parabéns ao André Lima que está prestes a tornar-se no "Guardiola" do futsal, e também para o Alípio Matos, já que o seu Belenenses joga bem melhor quando ele não está no banco a manifestar a sua descarada dor de cotovelo.


24
Jun 09
publicado por Ruben Alves, às 23:00link do post | comentar
Aqui está o tal sketch que gostei particularmente na edição de ontem do 5 Para a Meia-Noite. Apreciem!

publicado por Ruben Alves, às 22:36link do post | comentar | ver comentários (3)

 

Cheguei a casa por volta das 20h30, hora aproximada para começar a ver a segunda parte do Espanha vs Estados Unidos.

 

1ª surpresa: Os americanos já estão a ganhar com o golo de Altidore;

 

2ª surpresa: Aquela selecção espanhola que eu estava a ver enquanto jantavam não merecia de todo o empate;

 

3ª surpresa: Os Estados Unidos aumentam a vantagem por Dempsey;

 

4ª e última: Espanha ataca muito mas mal, denota-se claro desconforto com o facto de estar em desvantagem;

 

Sendo confesso admirador deste selecção de 'nuestros hermanos' fiquei particularmente desiludido com a exibição na segunda parte (porque foi só o que vi). Perderam bem contra uma selecção que defendeu sempre bem, e contra atacou pela certa, criando ocasiões aqui e ali que podiam ter acabado com o jogo mais cedo não fossem algumas tentativas goradas por azelhice própria, e um ou outro fora-de-jogo mal assinalado. A arbitragem foi fraca, principalmente os auxiliares, contudo concordo com a expulsão do americano Michael Bradley.

 

Veremos agora amanhã se haverá alguma surpresa e estarei atento às prestações dos "portugueses" Luisão e Ramires.


publicado por Ruben Alves, às 21:58link do post | comentar

 

Quero desde já avisar que este é um post de opinião mais nada, não tenho provas do que digo mas tudo me faz acreditar nisso.

 

O caso da Autoeuropa, sendo o maior investimento estrangeiro em Portugal, tem de alguma forma com os meus sentidos mais revolucionários ou contestatários o que lhes bem aprouver de apelidar. Sendo assim, o que me parece é que a CGTP anda a mexer os cordelinhos sem se preocupar realmente com o futuro dos empregados da fábrica, a partir do momento que nem a própria UGT concorda com tais formas de actuar é razão para eu fazer circulos com o meu dedo indicador à volta do meu nariz, caricaturando o típico "look" intrigado.

 

Quando a central sindical vem apregoar que tem todos os trabalhadores a lutar pela mesma causa, e nesse mesmo dia os mesmos trabalhadores à saída do seu dia de trabalho, mostram-se preocupados e amedrontados quando inquiridos sobre o rumo das negociações, e das duas uma, ou o canal em questão tem uma pontaria dos diabos ou então temos aqui mais um exagero despreocupado da CGTP.

 

Não sei sinceramente, mas nos tempo que correm custa-me acreditar que trabalhadores, que são bem remunerados comparativamente a muitos outros operários, prefiram agora ficar sem trabalhar e sem receber 10 dias úteis até ao fim do ano do que trabalhar 6 sábados a receber ao valor de um dia útil normal.

 

Parece-me que há muita gente manipulada dentro da Autoeuropa, ligada provavelmente à CGTP, que tenta influenciar as negociações implicando todos operários, provavelmente com base em ameaças como tenho conhecimento de o terem feito no passado.

 

Deixem trabalhar quem quer trabalhar, com as picardias e minhoquices estão prestes a fazer com a que a Volkswagen perca a paciência e retire, repito, o maior investimento estrangeiro em Portugal.


publicado por Ruben Alves, às 21:46link do post | comentar

 

Então parece que Tróia é cada vez mais um paraíso distante, são os resorts de luxo em primeiro e agora os ferries. Com a compra dos novos ferries, foi dito inicialmente que não implicaria qualquer aumento significativo do preço das passagens.

 

Ora vejamos, mesmo sabendo que o novo percurso tem mais 2 milhas que o anterior em cada sentido, é dificil perceber o porquê da empresa Atlantic Ferries aumentar de 4,70€ para 9,50€ (viaturas ligeiras, incluido no preço o condutor), e de 14,50€ para 19,00€ (veículos pesados.

 

Apesar disso a empresa garantiu que durante o Verão, estará à disposição uma das antigas embarcações com os preços antigos, valha-nos isso!

 

Cada vez há mais paraísos nossos vendidos ao luxo dos resorts, e com esses luxos tudo encarece, desde os transportes ao comércio. Sei que os tempos são maus, e que indústria de luxo pouco sofre com a crise (sabe-se lá porquê), mas há que proteger um pouco mais as empresas portugueses e o investimento nacional, é que esta empresa norueguesa aplica estes preços como se fossemos noruegueses ou como se recebecemos os seus salário (quem me dera).

 


publicado por Ruben Alves, às 03:12link do post | comentar | ver comentários (2)

 

Estreou ontem o novo programa da RTP2, apesar do nome irá para o ar todos os dias por volta das 00:10h. Com um apresentador diferente a cada dia da semana, é digamos uma mistura de Boa Noite Alvim e A Revolta dos Pastéis de Nata, sendo a produtora deste programa a mesma da Revolta.

 

Na segunda-feira, foi a Filomena Cautela a conduzir o programa, recebendo como convidados os apresentadores do programa nos restantes dias, Fernando Alvim (Terça), Nilton (Quarta), Pedro Fernandes (Quinta), e Luís Filipe Borges (Sexta). Apesar de nervosa, e das habituais incidências do directo, não nos podemos esquecer que a Filomena é uma estreante na apresentação. O programa contou com alguns sketches, uns mais bem conseguidos que outros, e parece que será uma constante nos cinco dias da semana.

 

Hoje foi a vez de Fernado Alvim assumir o controlo, desta vez com a primeira convidada a sério, Bibá Pita, que mostrou que claramente se destaca de outras pessoas do meio. Solta e descontraída, ajudou o Alvim a disfarçar o algum enferrujamento que o programa ainda tem, hoje foram apresentados mais sketches, sendo o primeiro absolutamente genial, com um registo de humor do qual já tinha saudades, os restantes sketches foram um bocado murchos.

 

O que eu desejo agora é a melhor das sortes para todos os intervenientes do programa, que vou sem dúvida continuar a acompanhar.


publicado por Ruben Alves, às 02:31link do post | comentar

Ora sejam bem-vindos a bordo!

 

Neste blogue depois de muito pensar e reflectir decidi falar de tudo. Mentira, eu sabia bem de antemão que ia falar do que bem me apetecesse. Da política ao desporto, da música ao cinema, pretendo falar de tudo um pouco. Espero ouvir muitas opiniões, divergências e concordâncias, desde que se moderem nos insultos (e com isto dirijo-me as 3 pessoas por mês que passaram sem querer por aqui).

 

Chega de coisas, até já!


mais sobre mim
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO